Bom-dia, meus queridos!

Bom-dia, meu amigo! Amigo de escola, amigo de passeio, amigo de paquera, amigo de infância, amigo de juventude! Quantas e quantas vezes “aprontamos” em nossa caminhada, deixando nossos familiares preocupados com aquilo que fazíamos! Você me deixou, meu amigo. Agora, certamente, está no céu e eu fiquei, mas para lembrar-me sempre de você.

Bom-dia, meu primo! Quantas brincadeiras, quantas “brigas”! Éramos torcedores do mesmo time! Como éramos felizes! Saíamos sempre juntos, e nos divertíamos muito. Casei-me primeiro, pouco tempo depois você o fez. Até nisso combinamos. Nasceu seu filho, em seguida, o meu e eles ficaram tão próximos como nós, como que abençoando a nossa velha amizade. Saudade de você!

Bom-dia, meu tio! Você me deixou muito cedo, consternou toda a família, marcou-me muito sua partida, uma vez que você estava no início de sua caminhada. Você sabe o quanto era amado por mim.  Ainda, hoje, estão vivas, em minha memória, nossas idas aos campos de futebol, para assistir aos nossos jogos preferidos. Todos os sobrinhos, sem exceção, sentem muito sua falta e rezam para que esteja bem, olhando por nós.

Bom-dia, minha tia! Logo após a partida de mamãe, você também nos deixou. Lembro-me, como se fosse hoje. Recebi o triste aviso no local em que trabalhava. Não contive as lágrimas, quando tomei ciência de sua partida. Parei por alguns instantes, como quem não quer acreditar, e em seguida rumei para sua casa. A tristeza era imensa, ninguém se conformava com o fato, pois, um dia antes, estávamos juntos, conversando. Mas, é a vida, minha tia. O que me restou era guardar sua imagem com carinho em meu coração e, pode ter certeza, de que eu o fiz.

Bom-dia, meu avô! Vovô querido, meu coração se aperta quando me lembro do carinho com o qual me tratava. Sempre atencioso, dando-me tudo o que meus pais me “negavam” (especialmente aquela bala antes do almoço). Você me levava a passear pela pracinha perto de casa, contava-me estórias e me ensinava muita coisa sobre a vida. Lembro-me muito bem de suas lições, quando você me dizia: “Guarde o que não quer, e terá o que precisa”. Fique certo de que eu aprendi muito bem. Que saudade, vovô!

Bom-dia, minha avó! Muito amada, atenciosa, carinhosa e grande amiga, acima de tudo. Seus doces inesquecíveis, sua lasanha inigualável, mas, acima de tudo, seu coração que abraçava todos os netos com a mesma dedicação e amor. Vovó, sinto que eu era especial para você. Seu olhar sempre tranquilo, ensinava-me a viver, mostrava-me o melhor caminho para que eu pudesse seguir com segurança. Continue olhando por mim, querida vovó!

Bom-dia minha mãe! Acordei, como sempre, com muita saudade de você! Lembrei-me das alegrias que vivemos, das brincadeiras que sempre fizemos e dos bons momentos por que passamos. Sim, eu sei, já faz muito tempo que você partiu, mas a impressão que tenho é de que foi aconteceu ontem, e sua falta, a cada dia, torna-se mais intensa. Saiba, mamãe, que seu filho cresceu, tornou-se homem, ganhou filhos e netos. Mas, para você, tenho certeza, serei sempre uma eterna criança. Saudade, minha mãe querida, muita saudade!

Bom-dia, meu pai! Ainda hoje estão vivos em meu pensamento tudo o que aprendi com você. Suas orientações construíram o homem que sou. Recordo sempre, com o coração apertado, nossos passeios, nossas viagens, nossos “bate-papos”. Papai, você tem um cantinho especial dentro de meu coração. Quando me lembro de você, reclamo sua presença, mas é a vida e assim vamos caminhando. Saudade, meu pai!

Bom-dia, amores de minha vida! Hoje não é dia de vocês, pois de vocês serão todos os dias. Apenas acordei pensando em cada um de uma maneira especial, senti muita saudade e resolvei homenageá-los. O amor é muito grande e a certeza de que olham sempre por mim, maior ainda. Até algum dia, meus queridos, quando voltaremos a nos encontrar.

Todos temos de quem nos lembrarmos. Todos temos uma saudade na vida. Claro que alguns, mais que outros. Não importa: faça como eu: pense nessas pessoas queridas que fizeram parte de sua vida e reverencie-as. Eles merecem! Isso lhe fará muito bem, tenho certeza. (Ary Silva)

About these ads
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

12 respostas para Bom-dia, meus queridos!

  1. Juliana Medeiros disse:

    Na verdade, a saudade é diária e gradual, né, Aryzinho?! Mas tem dias que ela explode no coração de um jeito que nos deixam inertes no tempo e nas lembranças! Lindo o texto, como sempre. Não deixemos de demonstrar o amor àqueles que dedicaram tanto tempo de suas vidas à nós. Beijão

  2. Rosa Maria disse:

    Todos temos saudades de alguém, é bem verdade, mas essa saudade, no meu caso é reverenciada com flores , as quais as colho do meu jardim e as coloco em algum lugar onde serão observadas por aqueles que chegam à minha casa, pois meu pai dizia: “as flores são para alegrar nossa casa, nossa vida.”
    É a minha homenagem a eles.
    Beijos e até a próxima.
    Rosinha.

  3. rayane araújo disse:

    é muito triste esse dia mesmo, dia em que lembramos com mais intensidade os entes queridos que nos deixaram, hoje, me lembro em especial dos meus avôs que me deixaram no mesmo ano…lembro-me como era bom conversar com eles, sim, sempre adorei conversar com pessoas mais experientes, escutar suas histórias e lições.
    meu avô materno era um pouco calado, mas mesmo com sua idade avançada tinha uma super saúde andava muito e sempre vinha me visitar de ônibus, deixando-me pelo menos 5 reais….aahh vovô quantas saudades…
    meu avô paterno sempre dizia :’ta a cada dia mais bonita, minha filha!!” visitava muito quando era criança, nossos almoços de domingo, casa de avô sempre é tão aconchegante!! adorava o fim da tarde, ele sempre ficava na cadeira de balanço lá fora com seus dois amigos, e eu sentada ao lado…escutando como era antigamente… carrego suas lições até hoje.
    um amigo, que partiu por uma certa imaturidade de sua parte, ou porque será q deus o quis levar nesse dia mesmo?? creio que quando chega nosso dia, não tem como escapar… saudade, era tão jovem, educado,bonito….tinha um futuro brilhante.
    creio que temos um missão aqui na terra e quando cumprimos é a hora de partir e deixar esse mundo. espero um dia reencontra-los!

  4. Wilma Ballotim disse:

    É verdade. Tenho saudade das pessoas especiais que passaram por minha vida. Meus pais, amigos queridos, tios, avós…..Também tenho saudade de todos os bichinhos de estimação que tive o prazer de conviver, todos sempre companheiros e extremamente fiéis. Mas, não acredito que a morte seja o fim da vida e sim, uma passagem para outra vida …… uma continuidade da vida em um mundo paralelo….ou talvez uma outra dimensão…..Porisso procuro não incluir tristeza na minha saudade. Procuro agradecer sempre pela oportunidade de conviver e aprender muito com todos esses seres especiais que fizeram parte dessa minha vida.
    Obrigada por me aceitar como sua amiga no face.
    Bjão!
    Wilma

  5. Genner Barbosa disse:

    Sempre nos emocionando!!!

  6. Ney Sarmento disse:

    Belíssimo texto! Expressa muito bem a saudade que sentimos de nossos familiares queridos que já deixaram o plano material. Obrigado, Ary! O seu texto fez-me observar que, assim como eu, você guarda na lembrança somente os bons momentos. Afinal, são os bons momentos que vivemos ao lado de nossos familiares que valem a pena serem lembrados. Abraços!

  7. Belo texto num dia considerado triste.O importante é a lembrança que fica dos momentos felizes , devemos reverenciar com alegria o que vivemos.bjsss,parabens.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s